Monthly Archives: October 2017

Após 2 anos procurando crime em palestras de Lula, Lava Jato apela para delação


Após quase dois anos procurando crimes nas palestras que Lula fez com patrocínio de empresas investigadas na Lava Jato, a força-tarefa de Curitiba decidiu apelar para a delação da Odebrecht.

Na segunda (30), o juiz Sergio Moro atendeu a um pedido da Polícia Federal e liberou o uso das delações premiadas para que o inquérito que passou a tramitar na 13ª Vara de Curitiba em novembro de 2015 seja, enfim, concluído.

A LILS – empresa de palestras de Lula – virou alvo da Lava Jato desde que a operação quebrou o sigilo das empreiteiras e descobriu o valor exato dos pagamentos feitos pelos serviços do ex-presidente.

Os procuradores acreditam que Lula só foi contratado para as palestras em diversos países como forma velada de pagamento de vantagem indevida. Contrariando este pensamento existe uma delação de um executivo da própria Odebrecht, Alexandrino de Alencar, que disse expressamente que a relação com a LILS não tinha nenhum tipo de envolvimento da Petrobras ou outros negócios
http://bit.ly/2hskPDM

Advertisements

Por que esperar pelas provas se a sentença do jn é mais rápida?


O Conversa Afiada reproduz emocionante discurso do Senador Roberto Requião durante sessão de homenagem ao Reitor Cancellier, nesta terça-feira, 31/X, no Senado Federal.

Ao final do post, o amigo navegante terá acesso ao vídeo do pronunciamento:

Talvez fosse pedagógico, ou mesmo um exercício indispensável, que se estudasse a ascensão do fascismo na Alemanha, Itália, Espanha, Portugal. E o fenômeno do macarthismo, nos Estados Unidos.

Se o assim o fizéssemos, dispararíamos todas as sirenes de alerta para avisar essa pátria tão distraída que o monstro vem aí.

Um traço distintivo, característico da escalada fascista é o abuso de poder, a exorbitância, os excessos da autoridade. As ações imoderadas e arbitrárias são essenciais para que se imponha a ordem fascista.

Ações que causem constrangimentos, espalhem o medo, acuem, humilhem, difamem. A polícia e órgãos vinculados à operação da Justiça são imprescindíveis para isso. Assim como a colaboração dos meios de comunicação amigo
http://bit.ly/2htzUoJ

Requião mostra trama que levou Cancellier à morte e denuncia abuso de poder | Brasil 24/7


Em sessão especial do Congresso Nacional, nesta terça-feira 31, em homenagem a Luís Carlos Cancellier, ex-reitor da UFSC, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) disse que a morte do professor foi resultado do exercício ilegal do poder estatal, que tem se generalizado no país nos últimos anos.

“O caso do professor Cancellier é um exemplo clássico, pronto e acabado, de abuso de poder. Um exemplo também completo da impunidade das autoridades arbitrárias, despóticas.
Prisão sem justificativa firme, plausível e feita sob os holofotes da Globo, da CBN; acusações vagas, suposições; e todo o ritual de humilhação a que são submetidos os presos, culpados ou inocentes”, discursou o senador.

“Nos dias de hoje, acusar e apresentar provas é um luxo”, acrescentou Requião. “Desagravo-o, Luís Carlos Cancellier, não como santo ou herói. Desagravo-o como mais um brasileiro, como tantos milhares de compatriotas que, todos os dias, são humilhados pela falta de justiça, pelo desemprego”, homenageou. O p
http://bit.ly/2hsa6cm

Lula do Brasil aos 72 anos


Milhares, milhões de mensagens vão chegar para o presidente Lula neste dia do seu aniversário. Tantas e justas mensagens.

Aqui do meu canto, sem ter mais o que dizer além de que o Brasil ama Lula, que os brasileiros o desejam como um irmão, como um guerreiro que não dá trégua, como um lutador sem descanso, nem mesmo paz. Incapaz de não me repetir, de não mencionar a sua obra de inclusão e de esperança que fez chegar aos fodidos de sempre, eu gostaria de ser um pouquinho só original. Mas não consigo. Então, por ausência absoluta de originalidade, recorto um trecho do que escrevi para o dia em que Lula foi ao bairro de Água Fria, no Recife, bairro central da minha infância. Num trechinho foi assim:

“Súbito há um estouro, não de fogos nem de boiada. Há um rumor que cresce, que se torna incontrolável, que mais lembra um orgasmo coletivo, sofrido, querido e esperado. É Lula! É Lula! Todos gritam. Os berros se fazem ouvir mais alto, ensurdecedores. Mulheres, meninos, homens chamam a a
http://bit.ly/2hhPGmo

Procurador tenta intimidar Dilma e se dá mal com Moro


Um dos procuradores de Curitiba da Lava Jato que lideram o caso de Ademir Bendine lançou frases intimidadoras à presidente deposta Dilma Rousseff antes do início do depoimento ao juiz Sergio Moro, nesta sexta (27). O membro da força-tarefa, além de insinuar que Dilma poderia mentir na audiência, disse que ela era “parcial” porque já criticou a operação em entrevistas. Mais do que isso, o procurador ainda sugeriu que ela ficasse em silêncio para não se “auto-incriminar”.

As frases foram disparadas no momento em que o procurador decidiu fazer a contradita da testemunha – ato em que uma das partes registra críticas ou pede o indeferimento da participação do convidado.

“A testemunha possui potencial interesse na demanda já que ela indicou Ademir Bendine para presidência a Petrobras e as provas que surgiram na instrução dessa ação penal podem eventualmente ter relação com a depoente. Além disso, ela já fez declarações públicas atacando a Lava Jato, inclusive relatando suposto
http://bit.ly/2zKrgZB

Morais: recepção de Lula em Minas é surpreendente após ataques da imprensa | Brasil 24/7


Jornalista e escritor Fernando Morais acompanha caravana de ex-presidente por municípios mineiros; “Eu estou muito, muito impressionado. Um político arrebatado por multidões não é a primeira vez que acontece na vida. O que surpreende é ele estar sendo recebido pelas pessoas depois da tempestade, do massacre e de porrada que ele vem tomando”, disse ele.

Por Rute Pena, do Brasil de Fato – Na estrada entre Itinga e Araçuaí, municípios do norte do estado de Minas Gerais, o escritor e jornalista Fernando Morais conta que ficou surpreso com a recepção de ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no estado. “Olha, eu vou a dizer a vocês, com a absoluta sinceridade, que há muito tempo que não vejo um negócio tão emocionante”, disse ele, rodeado de jornalistas em um ônibus.

Acompanhando a segunda etapa da caravana do ex-presidente pelo país, o escritor mineiro concedeu uma entrevista coletiva aos veículos alternativos que cobrem o evento. “Eu estou muito, muito impressionado. Um político a
http://bit.ly/2hfqsoH

Moro “exige” de hospital registro de visita que não houve – TIJOLAÇO | “A política, sem polêmica, é a arma das elites.”


O aitatolá Sérgio Moro passou de todos os limites.

No início do mês, exigiu os registros de visitas do assustado Glauco da Costamarques, que afirmara em juízo ter sido procurado por Roberto Teixeira, advogado de Lula, quando se encontrava internado no Hospital Sírio e Libanês.

O hospitla respondeu que não havia registro de visita alguma.

No dia 11, insistiu, para saber se Teixeira estivera no hospital para visitar alguma outra pessoa.

A resposta, de novo, é que não havia registro algum de presença de Teixeira para visitar quem quer que fosse.

Mas acham que Moro se deu por convencido?

Mandou outra intimação para saber se Teixeira entrou no hospital como paciente, numa internação disfarçada…

De novo, claro, a resposta foi não.

Só falta agora exigir as imagens das câmaras do hospital para verificar se o advogado não entrou disfarçado de enfermeira!

Ou se não foi detectada alguma transmissão telepática entre eles.

Porque, afinal, se os fatos não confirmam a
http://bit.ly/2yYNKdh